Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topo.Ver em Libras.
156

56
Esqueci a senha

Blog do historiador, escritor e professor gaúcho Hermes Vigne, autor de livros como "Trindade do Sul da Serra do Lobo", "Na Vida Tudo é Poesia" e "Belas Histórias Que Papai Contava".

Publicidade



Pesquisar



Hermes Vigne

    Nascido em 9 de janeiro de 1940 em Liberato Salzano - RS, o historiador, escritor e professor Hermes Vigne é autor de vários livros, entre eles "Na Vida Tudo é Poesia", "Belas Histórias Que Papai Contava" e "Trindade do Sul da Serra do Lobo", este último dedicado a contar a história de Trindade do Sul - RS, que o historiador acompanhou desde sua fundação.

    Hermes Vigne reside e trabalha, atualmente, como professor, em Trindade do Sul - RS.


Cuba & Chapecó

« Mais recente🔀🛈Categoria:Vida, religião e trabalho
ImprimirReportar erroTags:cuba, morte, uns, poder, seus, vida e lhes416 palavras6 min. para ler
MORTE, oh distinta  Senhora,                      És detestada, mas soberana
Ninguém sabe onde moras                          Impostora da raça humana:
Nem a idade  que tu tens.                            Criança, jovem ou ancião
De "Negra  Fria” és conhecida                      Dos que levas, leva os problemas:      
Ceifas do corpo a vida                                    a dor, o sofrer e os dilemas,
Sem poupar a ninguém                                  e dos que ficam, não tens compaixão.   
 
Mudas planos em segundos                          Mas, talvez, sejas obediente 
Mexes  no orgulho deste mundo                   Às ordens do Onipotente   
E crias grande confusão                                 servindo os preceitos seus.       
Ceifas a vida das gentes                                 julgamos-te má e injusta
Quer culpados ou inocentes                        Na fé, consideramos-te augusta,  
Levas a todos de roldão                                pois segues os desígnios de Deus.
Em CUBA, a morte de um ser humano intrigado com as injustiças, a fome, as doenças e a falta de liberdade  convenceu o povo a lutar contra um governo ditador para tomar-lhe o poder e implantar a sua ditadura. Homem sábio, inteligente, enérgico e lutador, foi impondo as mudanças pelas quais lutou e tomou o poder.  Começou sua luta fazendo, em Cuba, o céu e o inferno, tentando agradar a "Gregos e Troianos”. No Céu colocou Saúde, Educação, Esporte,  lazer  e " Ordem” segundo suas convicções.  No Inferno coloco o comunismo, o ateísmo e o poder, eliminando seus desafetos, ou desobedientes; uns sem assistência, uns mandando-os ao temido PAREDÃO e uns, mal acorrentados, foram lançados ao mar. Entre esses, muitos naufragaram e mitos conseguiram chegar em terra firme. Hoje, e por mais alguns dias, Cuba está de luto. Para a tristeza de muitos e para a alegria de alguns poucos. A MORTE, cansada, de vagarinho, buscou e levou o ancião FIDEL CASTRO, o Herói e Vilão de Cuba.
Em CHAPECÓ, a morte, repentinamente, ceifou dezena de pessoas em um acidente aéreo: jovens e adultos, cujo objetivo da viagem era o desporto e lazer, ferramentas de seu ganha-pão. Acabaram seus problemas, mas, os que ficaram? A dor no corpo, nos sentimentos e na alma, os carregarão até que a "Negra e Fria”, ou "Augusta” chegue até eles. Que, doravante, os DESÍGNIOS de Deus lhes sejam de conforto. Aos falecidos desejamos-lhes REKIE e PAX e aos sobrevivente forças, ânimo, fé e "bola pra frente”.
           NB. O Poema acima foi tirado do livro "Na Vida Tudo é Poesia " – Do Autor.